Há treinamento para dar um “bom dia”?

Você sabe o quanto um “bom dia” faz a diferença no transporte de colaboradores na indústria? Respondemos essa pergunta utilizando um exemplo em vídeo.

São 5h30 da manhã. O trabalhador acorda, se prepara para sair, pega a sua mochila e vai até o ponto de embarque onde pegará o fretado que o leva até seu local de trabalho. Ao abrir a porta do veículo ele encontra o motorista. Daí vem a pergunta: qual é o valor de um “bom dia” vindo de ambas as partes neste momento?

Neste vídeo feito de forma espontânea e despretensiosa, é possível ver como é feita parte da intervenção da Buus nos operadores de transporte por fretamento.

Treinamento feito pela Buus em Joinville (SC) a pedido da Whirlpool. Os Motoristas são das operadoras Transtusa e Gidion.

Uma das partes mais importantes do nosso trabalho é o treinamento do motorista; ele é peça fundamental para o correto funcionamento da plataforma. Ambientá-lo no aplicativo é o primeiro passo: para muitos deles, ferramentas digitais no transporte ainda são novidades. Por isso, essa formação é feita com empatia e cordialidade.

Nosso treinamento é multidisciplinar – Por meio dele trazemos à reflexão sobre a importância do sorriso, do “bom dia” ao passageiro e como deve ser conduzido este relacionamento para que ambos se percebam como partes importantes um na vida do outro.

Após mais de uma década de experiência com transporte de passageiros, aprendemos que o ônibus não só transporta, mas também é um ambiente de conexão para diferentes pessoas. Manter este espaço de convivência em harmonia é fundamental para um bom dia de trabalho e um bom repouso na volta para casa.

Certamente este é um de nossos diferenciais, que fazem com que sejamos reconhecidos não apenas como um App ou uma plataforma de gestão, mas sim como solução atuante na transformação digital focada no ser humano.

Este post foi escrito por Filipe Moreira com colaboração de Bryan Gonçalves.